Educação no Campo

Esta linha de pesquisa congrega os estudos e pesquisas que visam contribuir com o debate acerca da categoria educação do campo, sendo esta entendida de forma integrada a um projeto social construído pelos grupos que vivem da/na terra e água. Estes grupos sociais são aqueles que têm, no seu modo de vida, uma relação indissociável do trabalho com a terra e a água e que, historicamente, estiveram às margens das políticas públicas.

A perspectiva da educação do campo tem sua centralidade na reflexão sobre a educação para além das fronteiras hegemônicas do saber instituído, uma vez que concebe o campo como espaço de vida e resistência. Os mais distintos grupos sociais lutam por acesso e permanência na terra e também lutam para edificar e garantir um modo de vida que respeite as diferenças no que tange à relação com a natureza, com o trabalho e com a cultura.

 

Pesquisa em andamento:

Avaliação do Projeto Piloto do curso de Licenciatura em Educação do Campo (UFBA/ POSGEO/FACED)

As conflitualidades no processo de territorialidade da educação do campo no Estado da Bahia: entre as horizontalidades e verticalidades (Janeide Bispo dos Santos - Doutorado PPGE/UFBA)

Os conflitos no campo baiano e a territorialização das Escolas Família Agrícola (Manuela Pereira de Almeida Pinto - Mestrado POSGEO/UFBA)

 A educação do campo como dimensão contra-hegemônica da luta na terra em Padre Bernardo-Goiás (Ednizia Ribeiro Araújo Kuhn - Doutorado POSGEO/UFBA)

 

Ver Publicações