Notícias

CARTA DO SEMINÁRIO DAS COMUNIDADES ATINGIDAS PELA MINERAÇÃO NA REGIÃO CENTRO NORTE BAHIA

CARTA DO SEMINÁRIO DAS COMUNIDADES ATINGIDAS PELA MINERAÇÃO NA REGIÃO
 
CENTRO NORTE BAHIA
 

Nota de repúdio sobre o brutal assassinato do trabalhador rural João Pereira, comunidade Santana, município de Antônio Gonçalves-BA.

O que significa o mandamento “não matarás”? “Deuteronômio 5;17”

A Comissão pastoral da Terra Centro Norte, Diocese de Bonfim-BA , vem através desta manifestar sua tristeza e indignação pela ocorrência de mais um crime contra trabalhador rural e liderança popular.

III Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária,UFOB

A questão agrária sempre foi marca dos conflitos da sociedade brasileira. A bandeira histórica da reforma agrária e dos modos de vida dos povos do campo, das águas e da floresta tem sido reafirmada pelos movimentos sociais do campo brasileiro. Nesse campo de forças sociais, as universidades tem sido, também, um lócus da defesa dos povos do campo.

Manifesto Contra a Reintegração de Posse do Território Cay-Pequi Comexatiba

O GeografAR / POSGEO-UFBA é contra a Reintegração de Posse do Território Cay-Pequi Comexatiba (Cumuruxatiba-Bahia).

 

COMUNIDADES TRADICIONAIS, POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL: INDÍGENAS E QUILOMBOLAS NA BAHIA / BRASIL

O Grupo de Pesquisa GeografAR torna público o vídeo de divulgação dos resultados do projeto do CNPq 2014-2015; 

Título do Projeto: COMUNIDADES TRADICIONAIS, POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL: INDÍGENAS E QUILOMBOLAS NA BAHIA / BRASIL

Disponível no Youtube: INDÍGENAS E QUILOMBOLAS NA BAHIA / BRASIL - GeografAR/UFBA
 
UFBA
POSGEO
GEOGRAFAR
 
 

Quilombo Rio dos Macacos - Celebração de Resistência e Luta pelo Território da comunidade

 

O Grupo de Pesquisa GeografAR esteve presente no dia 19/02/2016 no Quilombo Rio dos Macacos, Município de Salvador (BA), para participar e registrar a Celebração de Resistência e Luta pelo Território da comunidade. Temos ciência que o território conquistado está longe do reivindicado pelos moradores, porém ficamos contentes por essa conquista. A luta e os próximos passos irão continuar para que sejam alcançados e efetivados os direitos humanos.

 

 

 

Baixo Sul da Bahia sofre nova ameaça: Comunidade Quilombola de Graciosa pode ser expulsa por estacionamento e posto de gasolina

Em decisão arbitrária e amplamente questionável, o juiz Lincoln Pinheiro Costa, da Subseção Judiciária de Ilhéus, encaminhou o processo que versa sobre o conflito na comunidade em favor dos empresários que vêm pressionando o território quilombola e que planejam ali construir empreendimentos relacionados à expansão do turismo na região.

Páginas